Você já ouviu falar do projeto Terroir Hunter? Com exportações para mais de 70 países, a Undurraga foi a primeira vinícola chilena a exportar vinhos do país, em 1903. Se exportação é sinônimo de qualidade, a Undurraga vai a fundo em pesquisa com a linha TH, que quer dizer Terroir Hunter. Uma caça aos melhores terroirs do chile, mais uma vez, exportando a diversidade chilena através de microclimas. Esta busca não poderia deixar de refletir em uma autenticidade da relação entre o terroir e as uvas específicas para cada varietal. São 17 rótulos compondo toda esta linha.

Uma busca constante dos produtores de vinhos do novo mundo, além de demonstrar a qualidade – já reconhecida – é a de criar uma identidade, uma característica própria de cada região. A produção é pequena, respeitando os limites dos lugares e fazendo com que os vinhos sejam cada vez mais disputados entre os países importadores. Sorte a nossa de ter alguns exemplares por aqui.

Degustação Undurraga TH (Terroir Hunter)

Na noite do dia 12 de abril, tive o privilégio de conhecer e conversar com Nicolás Farias, Export Manager Latin América de Viña Undurruga. Nico, como é conhecido, apresentou 5 rótulos da Viña Undurraga, entre eles 4 vinhos do projeto TH, em uma degustação descontraída e muito divertida realizada na Sala de Cursos da Bacco’s. Valeu, Nico!

Segue um aperitivo dos vinhos degustados:

Undurraga TH Sauvignon Blanc

Lo Abarca 2016

Em uma pequena parcela dentro de San Antonio, denominada Lo Abarca, a branca Sauvignon alcança seu expoente máximo. A influência marítima que a proximidade com o Pacífico entrega, distante somente 3,8 km do mar, faz com que o vinho ganhe em notas vegetais e frescor, com alta acidez e mineralidade salina. Tem ainda um corpo médio excelente. É o vinhedo plantado mais próximo do mar no país, beneficiado com brumas pela manhã que o resfria. Obteve 96 pontos no Guia Descorchados.

Undurraga TH Pinot Noir

Leyda 2015

O Valle de Leyda está situado muito próximo ao mar, também em San Antonio, um pouco mais para o interior. A Pinot Noir é a uva tinta que mais se destaca, ganhando em acidez com a proximidade marítima e o esfriamento da região. Engaços na vinificação contribuem com estrutura e taninos. Estágio em madeira muito controlado, mas que aportam toques de café quando o vinho se abre em taça, além do sous bois, aquela característica de piso de floresta molhado. Mix entre barricas pequenas de 228 litros, grandes de 5 mil litros e ovos de concreto. A busca extrema pelo equilíbrio.

Undurraga TH Carménère

Peumo 2015

Muito quente, pouca chuva, mas uma região ventosa, que contribui com a acidez, mais difícil de encontrar nesta uva. O amadurecimento nesta região é perfeita para a carménère, a última uva a ser colhida, no final de maio. Pirazina muito controlada. Carvalho novo e de 2º uso, com média de 16 meses e mais 8 meses em garrafa. Pimenta, especiarias e frutas vermelhas silvestres compõem as características principais deste vinho.

Undurraga TH Cabernet Sauvignon

Pirque – Alto Maipo 2015

Aos pés dos Andes, 1100m do nível do mar, a zona de Pirque é a que melhor traduz o Cabernet Sauvignon chileno, com influência das correntes frias das montanhas e caráter mentolado, o que este vinho tem com perfeição. Menos de 7 hectares para todo o mundo. 16 meses em carvalho mais 8 meses de garrafa. Notas de cassis em profusão e caramelo.

Undurraga Late Harvest

Feito com Semillon e Sauvignon Blanc este vinho tem pelo menos 10% de suas uvas afetadas pela “botrytis”. Este é um fungo nobre, muito conhecido nos vinhos franceses de Sauternes, que resseca as uvas, concentrando o açúcar. Excelente custo x qualidade. Ótima acidez cítrica, com notas de lima e casca de tangerina e adocicados como mel e melão. Um dos vinhos mais vendidos entre os visitantes da vinícola. Best Seller!