A casta Merlot faz parte das variedades de uvas tintas mais populares do mundo. Seu uso é muito frequente, ficando atrás apenas da Cabernet Sauvignon e Syrah.

História da Merlot

A uva merlot não obteve seu próprio nome até o século XIX, mas agora é conhecida como uma variedade nobre de Bordeaux. A uva de pele fina é azul escuro – quase preto – leva o nome da palavra francesa para melro, “merle”.

O Merlot cresce bem em quase todas as regiões, com exceção do mais frio. É plantada amplamente em Bordeaux, onde complementa a Cabernet Sauvignon e faz sucesso em St Emilion, Pomerol e Fronsac. Daí, é a principal uva dos famosos vinhos Chtâteau Petrus e Le Pin.

No Brasil, esta bastante difundida na região do Vale dos Vinhedos.

Características

As características do Merlot mudam, dependendo se é cultivado em climas mais quentes ou mais frios. Por exemplo, o merlot que amadurece bem, tem notas de amora e ameixa e adquire sabores como chocolate ou bolo de frutas. Já em climas amenos, é uma uva que traz características mais leves, com aromas de cereja e toques herbáceos.

FRUTA: Cereja Preta, Framboesa, Ameixa
TAMBÉM: Pimenta, Azeitona, Tabaco,
ENVELHECIMENTO: Carvalho geralmente médio (8-12 meses)
TANINO: Médio
ACIDEZ: Média
SERVE: temperatura ambiente

Merlot é mais difícil de cultivar que o cabernet e, por ser de casca fina, um pouco sensível ao meio ambiente. Eles amadurecem duas semanas antes de cabernet, o que pode ajudar o viticultor experiente. Comparado ao cabernet, o merlot tem sabores de ameixa e cereja frutados, menos tanino, um acabamento mais suave e é mais barato de comprar.

Harmonização

Saboreie o merlot com uma refeição de frango, carnes leves ou carnes frias levemente temperadas. Não vai tão bem com peixe ou comida picante, que tendem a sobrecarregar suas sutilezas.

| Veja mais – 10 Regras de Harmonização

Seleção Baccos para Merlot

Porcupine Ridge Merlot 2010

Macio, exuberante, com um frutado intenso, e muito saboroso, é um dos belos achados da África do Sul.

Do produtor Boekenhoutskloof, este 100% Merlot tem guarda de 5 até 10 anos. Na produção, metade das uvas sofreram uma pre-maceração a frio. A vinificação é tradicional, com controle de temperatura em cuba de aço inoxidável. Passa por fermentação malolática completa e 85% dele envelheceu em barrica de carvalho.

Harmoniza muito bem com massas e hamburger.

Lagarde Reserva Merlot 2016

Também um varietal da uva merlot. Este Lagarde Reserva 2016 é da região de Lujan de Cuyo, em Mendoza.

É fermentado em tanques de aço inoxidável com temperatura controlada abaixo de 30°. A maceração dura entre 12 e 18 dias e sua fermentação malolática se produz espontaneamente.

Apenas 50% do vinho é envelhecido entre 8-10 meses em barrica de carvalho (80% francês e 20% americano).

Um vinho  com aromas de frutas vermelhas e negras muito maduras e geleias. Algumas notas de azeitonas negras e eucalipto. Na boca é suave e elegante, bem estruturado, redondo e persistente.

Ideal para acompanhar com carnes de caça, como o coelho ou queijos de pasta semi dura.

Spier Signature Merlot 2016

Sua origem vem de Western Cape, na África do Sul. Este vinho tem suas uvas colhidas a 24°C, suavemente esmagadas e desengaçadas.

Após a fermentação, 20% do vinho passou em barricas de carvalho francês por 8-10 meses e o restante amadurecido em tanques de aço inoxidável.

Tem um nariz de frutas vermelhas e negras maduras, ameixas e um toque de eucalipto e hortelã. Na boca apresenta taninos suaves.

A harmonização do Spier fica excelente com cordeiro ou um prato vegetariano.

Montes Alpha Merlot 2012

Um chileno de respeito com 87 pontos Robert Parker.

Apresenta coloração rubi, aromas elegantes florais e um leve toque de torrado, proveniente de sua leve passagem por carvalho. Na boca é concentrado, equilibrado e com um final marcante.

Harmoniza com carnes vermelhas, assados, defumados e massas ao ragú.

Gostou da nossa seleção? Não esqueça de deixar um comentário abaixo.