O buquê é a fragrância do vinho que se desenvolve com a maturidade. O buquê resulta da combinação do aroma da uva e perfumes mais complexos que se desenvolvem após a fermentação do vinho. O aroma secundário afetado pela ação das leveduras é floral, frutado ou ambos. O buquê funde esses perfumes com outros mais complexos e profundos de vegetais, animais, bálsamos e especiarias.

Desenvolve-se pelo contraste entre a fase oxidativa do envelhecimento em barricas de carvalho (onde há contato com o ar que passa através dos poros da madeira) e a fase redutiva, quando permanece nas garrafas.

Ver mais em Aromas

Fonte: Gasnier, Vincent. O livro do vinho