O Aroma de um vinho é o perfume da fruta fresca. Ele diminui com a fermentação e desaparece com a idade, sendo substituído pelo “buque”.

Aromas Primários – são os cheiros formados pelos terpenos, encontrados majoritariamente na casca da fruta, dando o caráter frutado. Vem da própria variedade da uva.

Aromas Secundários – São os cheiros formados durante a fermentação alcoólica, principalmente aldeídos e ésteres. Contribuem com o caráter vinoso.

Aromas terciários (ou buquê) – São cheiros que só existem em vinhos tintos e brancos com estágio em barris de carvalho. Nessa fase, aumenta a presença de compostos aromáticos, como aldeídos e ésteres.

Ver Buquê

Fonte: 
Gasnier, Vincent. O livro do vinho